Cadastrar
Esqueci minha senha
Usuário: Senha:
Logar
Você pode utilizar nossa busca por palavra chave ou utilizar os critérios ao lado para obter uma listagem.

Buscar
Buscar
Selecione o Estado Categoria


GASTRONOMIAHOSPEDAGEMINFORMAÇÕES ÚTEIS
Selecione a Cidade Sub-Categoria


Destaques


Newsletter





Aniversário da cidade de Santa Cruz do Sul Rio Grande do Sul
Santa Cruz do Sul é um município brasileiro no estado do Rio Grande do Sul.

A cidade é conhecida por ser a sede da maior Oktoberfest do Rio Grande do Sul,[6] receber um dos maiores festivais de arte amadora, o Encontro de Arte e Tradição, e pelo Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul.

História

Santa Cruz do Sul é um dos principais núcleos da colonização alemã do Rio Grande do Sul. A colônia foi fundada por lei provincial em 6 de dezembro de 1847.[7] Os primeiros habitantes da cidade vieram dos distantes lugares das regiões do Reno e da Silésia, em 1849. As terras ocupadas pela colônia de Santa Cruz do Sul foram cedidas pelo governo imperial através da lei de 1848 de incentivo à imigração estrangeira.[8] Os imigrantes se estabeleceram na Colônia Picada Velha, hoje conhecida como Linha Santa Cruz.

A povoação iniciou em 1849, no local então chamado de Faxinal de João Faria, em terras do barão de Cambaí, com a instalação de cinco famílias alemãs.[7] O primeiro diretor foi Johann Martin Buff.

Apesar da maioria dos imigrantes serem agricultores, muitos eram artesãos foram instalados na colônia, como por exemplo, de um grupo de 71 chefes de família chegados à colônia de Santa Cruz em 1853, constavam 25 artesãos e 46 agricultores.[8] A colônia cresceu rapidamente: em 1849 havia 12 habitantes; em 1852 eram 254, e em 1853 ocorreu um incremento de 692 pessoas; em 1859 havia 2723 habitantes.[8]

A região logo tornou-se um centro da produção de fumo.[8] Entre 1859 e 1881 a produção do fumo passou de 14 toneladas 1.552 toneladas em 1881, tornado-se o principal produto para a exportação, com 95% de sua safra exportada para outras localidades.[8]

A cidade foi oficialmente fundada em 31 de março de 1877, emancipada de Rio Pardo pela lei nº 1079. No dia 28 de setembro de 1878, instalou-se a Câmara Municipal na casa situada na esquina das ruas São Pedro e Taquarembó (atuais Marechal Floriano e 28 de Setembro). A sessão de posse foi presidida pelo vereador Joaquim José de Brito (Ten. Cel. Brito), mas na primeira ordinária, dia 15 de outubro, a presidência já foi exercida por Carlos Trein Filho. O novo município contava então com dez mil habitantes.

Com a emancipação, houve condições sólidas para a formação de uma média burguesia local, alguns pequenos agricultores ascenderam economicamente, passando a ter condições de formar pequenos estabelecimentos comerciais e industriais.[9] Em 1904, contando com a cooperação mútua, fundaram o primeiro estabelecimento financeiro local, a Caixa de Crédito Santa-Cruzense.[9] Este banco se expandiu, formando depois o Banco Agrícola Mercantil, que depois se fundiu com o Banco Moreira Salles para formar o Unibanco.[10]

Em 1905 foi inaugurada a via férrea Santa Cruz – Rio Pardo (estação do Couto), dando impulso à integração da cidade com Porto Alegre, possibilitando o aumento da circulação de mercadorias e de pessoas.[9]


Turismo[editar | editar código-fonte]
Possui uma boa infra-estrutura para eventos, conquistando com isso o Selo Prioritário para o Desenvolvimento do Turismo. Tem dezesseis hotéis e cinco motéis, dispondo, assim, de 1900 leitos. Mais de trinta restaurantes, alguns cafés coloniais, mais de oito pizzarias além de um grande número de bares, oferecendo à comunidade a aos turistas uma variada gastronomia.

Também possui um autódromo, o Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul, que foi inaugurado em 12 de junho de 2005 com um evento do Renault Speed Show. Já correram no autódromo as seguintes categorias:

Corrida de aventura
Fórmula Renault
Copa Clio
Troféu Maserati
Pick-Up Racing
Endurance
F-1600
TC-1600
Stock Car V8
Stock Car Light
SuperBike Brasil
Nacional de Motovelocidade
GT3
Fórmula Truck
O principal evento de Santa Cruz do Sul é a Oktoberfest, uma festa popular gêrmanica, que ocorre anualmente na cidade no mês de outubro. A Oktoberfest de Santa Cruz do Sul é a segunda maior do Brasil, apenas atrás da de Blumenau. A Oktoberfest é chamada de a festa da alegria e que contou na edição de 2008, por exemplo, com mais de 500.000 mil visitantes.

Cultura

Fala-se o português (idioma falado pela maioria da população e também o oficial do Brasil), o alemão[15] (incluindo dialetos como o Hunsrückisch)[16] e, entre os negócios de fumo, é falado na sua maioria o inglês.[carece de fontes]


Fonte: Wikipédia


Selos

Turismo Agora - informações turisticas pelo fone: (53) 3228-3819.
Tire suas dúvidas rapidamente com nosso atendimento online 24 horas por dia.

Termos e condições de uso

Copyright © 2008 TRACKDATA